Quais são os suplementos que ajudam no combate à inflamação do corpo

Tendo em vista que as festividades de final de ano acabaram de passar e com elas vieram as férias, Bella Falconi resolveu deixar aqui mais um lembrete com relação a esse assunto.

Por: MF Press Global

IMG_6677
Nunca devemos esquecer que muitos dos processos inflamatórios que acontecem no nosso corpo são iniciados a partir da forma como nos alimentamos e também das coisas que negligenciamos. 
 
Não há teoria da compensação, mas, para o nosso “alivio” existem, além de alimentos funcionais, suplementos estratégicos que podemos implementar na nossa dieta (com a devida aprovação/orientação do seu médico e ou nutricionista), para que os processos inflamatórios sejam amenizados e até combatidos. 
 
É importante ressaltar que todos os suplementos mencionados nesse post são embasados por estudos científicos com relação a sua eficácia.
 
Confira as dicas baseada nas pesquisas de Bella Falconi publicadas em seu blog:
 
1. Curcumina:
 
A curcumina é um composto encontrado no açafrão com função  antioxidante e anti-inflamatória. Sabemos que o açafrão é uma especiaria muito usada em receitas mas, além disso, o suplemento feito a partir da curcumina possui efeitos benéficos em nosso corpo, pois ela é capaz de mirar o alvo da inflamação.
 
 
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/m/pubmed/17569207/
 
2. Probióticos 
 
Já ouviu falar em síndrome do intestino permeável? Ela acontece quando o nosso intestino se torna permeável o que, consequentemente, favorece a penetração de bactéria ocorra em nossa corrente sanguínea, causando uma cascata de processos inflamatórios em nosso corpo. Uma das causas da síndrome do intestino permeável é justamente a alimentação. Portanto, além de se alimentar de forma saudável, o uso de probióticos também é extremamente válido e benéfico! Quando nossa microbiota intestinal (bactérias boas e ruins) estão em desequilíbrio, nossa saúde fica prejudicada. Os probióticos mais eficientes são aqueles que contém mais de 10 bilhões de UFC (unidade formadora de colônias) e que contenham cepas de Bifidobacterium e Lactobacillus, ambas ajudam a reduzir a inflamação. Converse com o seu médico e/ou nutricionista e veja qual é o melhor probiótico para o seu plano alimentar! 
 
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4837529/
 
3. Vitamina B 
 
Há um processo chamado de metilação, o qual é usado em mais de 250 processo bioquímicos no nosso corpo, para “ligar” ou “desligar” um gene ou dizer ao DNA quando parar de se replicar. Sem que esse processo ocorra adequadamente, varias sistemas em nosso corpo cometeriam erros ou “quebrariam” mais fácil. Esse processo ocorre um bilhão de vezes a cada segundo e exerce um papel fundamental na modulação de processos inflamatórios. Esse processo bioquímico necessita de um combustível importante para que aconteça de forma eficiente – vitaminas do complexo B. Isso se aplica de maneira ainda mais especifica se você possui algum tipo de polimorfismo (mutações genéticas). Existem vários tipos de vitaminas do complexo B, por isso é importante obter uma quantidade adequada de cada tipo. É importante buscar suplementos que contenham vitaminas do complexo B metiladas, por exemplo: B6 Pyridoxyl-5-fosfato (P5P), B9 L-Methylfolate (L-5-MTHF) e versões de B12 como Adenosyl B12, Hydroxycobalamin B12, Cyano B12 ou metil 12. Não se esqueça de conversar com o nutricionista e/ou médico para que você obtenha a prescrição apurada daquilo que precisa. Não tome suplementos ou remédios sem a devida orientação de um profissional. 
 
http://m.advances.nutrition.org/content/3/1/21.full
 
4. Extrato de Alcachofra
 
Potente estimulador de uma proteína chamada NRF-2 cuja função é regular a indução do gene antioxidante, os quais ativam genes responsáveis pela desintoxicação. Quando o Nrf-2 é ativado, os níveis de inflamação consequentemente diminuem e o contrário também se aplica, quando os níveis estão baixos, os níveis de inflamação sobem. O extrato de alcachofra têm fitoquímicos como compostos demolições com boa capacidade de estilo de NRF2. Muito embora esses antioxidantes possam ser encontrados em alimentos, complementos podem ajudar a dar um impulso adicional. 
 
5. Ashwagandha
 
Esse suplemento ajuda a diminuir os níveis de NF-Kb, um fator de inflamação que, quando ativado, conecta-se ao DNA resultando em cascatas inflamatórias. Estudos científicos apontaram que o NF-Kb está envolvido na patogênese de muitas doenças autoimunes. 
IMG_6678

 

<

Copyright © Tribuna1.com - Todos os direitos reservados. Não nos responsabilizamos pelo conteúdo de sites externos.