SEM ESFORÇO, NADA DE VIDA ETERNA.

gota-de-suor

 

Olá, bom dia amados por Jesus Cristo. Quero saudá-los com as palavras Bíblicas de Salmo 31.12-22, onde interpretando lemos: “Dize sim a ti mesmo, pois o Senhor te aceitou”. Deus construiu uma ponte, Jesus, antes de qualquer tentativa nossa de ir ao encontro Dele. Comunhão acontece nos encontros.

Sem esforço, nenhum objetivo é atingido em nossa vida. Sem esforço, não há amadurecimento, nem superação, nem vitória, nem realização. O problema é: devemos nos esforçar em vista do quê? Alguns se esforçam para fazer uma faculdade; outros, para terem um corpo “sarado”. Alguns se esforçam para passar de fase nos jogos eletrônicos; outros, para vencer uma prova. Alguns se esforçam para realizar determinado “sonho de consumo”; outros, para sobreviverem, para formarem seus filhos, para superarem uma crise, para manterem sua família em pé.

Todo esforço exige renúncia. A multidão, que havia se saciado com os pães e os peixes, renuncia à segurança de suas casas para ir atrás de Jesus. No entanto, Jesus faz este alerta: “Esforcem-se não pelo alimento que se perde, mas pelo alimento que permanece até a vida eterna…” (Jo 6,27). Alcançar a vida eterna exige sacrifícios da nossa parte. Estamos dispostos a fazê-los? Acreditamos na vida eterna? Desejamos a vida eterna?

 

“Estais me procurando… porque comestes pão e ficastes saciados” (Jo 6,26). Por qual motivo você costuma procurar Deus? Sua fé está reduzida ao seu estômago, aos seus interesses imediatos? Que esforço você faz para alimentar a sua vida espiritual, para se encontrar com Deus, para estar na presença d’Ele, para fazer a Sua vontade, para enfrentar a travessia do deserto rumo à Terra Prometida? Que tipo de sacrifício você está disposto(a) a fazer: enfrentar a fome do deserto, para alcançar a liberdade na Terra Prometida, ou suportar a escravidão do Egito, só porque ali você tem carne e pão com fartura (cf. Ex 16,3)?

O verdadeiro esforço, necessário para alcançarmos a vida eterna, consiste em crer em Jesus Cristo, aquele que o Pai enviou como Salvador do mundo (Jo 6,29). Mas, por que “crer” em Jesus significa “esforço?  Quem de nós se esforça hoje por conhecer, amar e seguir Jesus Cristo, permanecendo com Ele e crendo n’Ele também na hora da cruz, da provação, da ausência de sinais, da doença, do fracasso e da dor?

O apóstolo Paulo nos dá outra pista sobre qual esforço é necessário para alcançarmos a vida eterna: despojar-nos do “velho homem” e revestir-nos do “homem novo”. O “velho homem” é a pessoa que vai se habituando com seus vícios e seus comportamentos errados, uma pessoa arrastada por emoções cegas, atrofiada na razão e na consciência. Se hoje o envelhecimento mais temido é o da pele, o qual pode ser retardado ou disfarçado, o que nós de fato devemos temer é o envelhecimento da mente, desnutrida de espiritualidade, corrompida nos seus valores.

Assim termina, por ora, o diálogo da multidão com Jesus: “Senhor, dá-nos sempre deste pão!” (Jo 6,34). O que nós queremos dizer com “este pão”? Talvez estejamos pedindo a Jesus: ‘Senhor, dá-nos sempre consolação! Dá-nos sempre paz! Dá-nos sempre vitória! Dá-nos sempre libertação!’ O perigo aqui está na palavra “sempre”. É a tentação de querer uma vida “sempre” saciada, de querer perguntas “sempre” respondidas, de querer dores “sempre” amenizadas.

Ao dizer: “Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede” (Jo 6,35), creio que Jesus esteja dizendo: “Sempre” que você esforçar-se por me encontrar, Eu estarei aqui.

 

Faça isto, examine as possibilidades, experimente a amar e se importar com as pessoas e verás como tua vida também será melhor e com maior sentido, pois pais e mães intercedem por nós. Tenham uma abençoada semana. Nosso endereço: Rua Lúcio Nunes Stein esquina Benjamim Constant.

Erivelton Demari – Pastor na IECLB – eriveltonsdemari@yahoo.com.br – WWW.luteranos.com.br

<

Copyright © Tribuna1.com - Todos os direitos reservados. Não nos responsabilizamos pelo conteúdo de sites externos.